10 dicas para se lidar com a ansiedade


Sentir-se ansioso ocasionalmente é algo natural dentro de nosso modelo de vida. Criar uma expectativa a respeito de algo que vai acontecer, ou se perceber inseguro com relação a isso são exemplos que podem refletir na presença do estado ansioso fluindo por nós.


Porém, podemos experimentar estas sensações de maneira intensa, mediante ao que pode estar acontecendo ou como lidamos com a situação; ou até mesmo, na presença de um quadro frequente de ansiedade.

Em ambos os casos, sentimentos constantes ou muito intensos de medo, terror, pânico, a presença do pensar exagerado que causa o mal estar mental, são sinais de que a ansiedade esta afetando sua qualidade de vida.


Alguns outros sintomas da Ansiedade

-Impaciência

-Sensação de desamparo

-Senso de emergência constante

-Sensação de pânico iminente

-Aumento da frequência cardíaca

-Suor excessivo

-Pensamento excesso

-Palpitação


Entre outros





Estes sentimentos e sensações podem interferir diretamente com nossas atividades diárias, bem estar e controle sobre nossa vida. Ainda, podendo levar a casos em que obtém uma proporção a gerar problemas físicos de saúde e impedindo de viver situações, como evitar de sair de casa ou ir ao trabalho, como uma forma de escapar da ansiedade.

Caso se identifique com algum destes exemplos citados, é recomendável procurar um profissional da saúde mental para lhe ajudar a contornar a situação.



Além de terapia e outras formas de acompanhamento que podemos utilizar para nos ajudar, existem maneiras de se lidar com a ansiedade no dia a dia. Estratégias para momentos de tensão, mudança no estilo de vida e estratégias para se lidar com os gatilhos de ansiedade, são algumas direções que podem ser tomadas.



Aqui temos 10 exemplos, dicas para lidar com a ansiedade



1- Pratique atividade física


Tenha uma rotina de exercícios fixa, e ativa, durante parte da semana.

A atividade física talvez seja a rotina mais conhecida, e também indicada, para ajudar a combater a ansiedade. Através do exercício físico podemos reduzir drasticamente o nível de stress de carregamos. Além de aumentar a disposição, o humor e a autoestima.

Cuidar de sua saúde física é cuidar de sua saúde mental. Crie uma rotina de exercícios que consiga se adaptar e se mantenha a ela


2- Entenda sobre a SUA ansiedade


Cada ser humano funciona de uma determinada maneira. E assim funciona para a ansiedade também. Apesar de todos a sentirem de alguma forma, a maneira com que surge resulta da vida e do perfil e cada um.

Entender a ansiedade em você significa olhar para ela com uma visão questionadora. No sentido de tentar entender como funciona. E apesar de parecer simples, pois é, uma reflexão profunda sobre nossos medos pode nos ajudar a entende-los e assim se curar deles. Em essência, este trabalho que conduzirá com um profissional de saúde mental, porém, você também pode criar o habito de se investigar nestas situações.


3- Evite café ou outras bebidas energéticas


A cafeína e outros substâncias similares tem como objetivo nos ajudar com o foco, concentração e predisposição. Para muitos, funciona como aquela carga de energia extra durante o dia ou pela manhã. Mas dentro de quadros em que a ansiedade se faz presente, principalmente de maneira intensa, o café pode ser ter um papel negativo.

Essas substâncias podem ampliar a sensação de “estar acelerado” sentida pelo corpo. E ainda, criar ou contribuir para o estado de antecipação, insegurança e pensar acelerado presente em nossas mentes.


4- Utilize técnicas de relaxamento e centralização


A melhor forma de se lidar com a ansiedade e suas consequências é através do estado meditativo. Por ele, criamos uma centralização em nossas mentes, responsável por tranquilizar nossos pensamentos e emoções. Nos tirando do ciclo que até o momento alimentava a ansiedade. Ainda, através da respiração e do relaxamento, nosso corpo diminui a intensidade em que estava trabalhando.

Meditação, Exercícios de visualização e respiração, Yoga; estes são alguns exemplos destas práticas que podemos agregar em nossa vida. Além de combater a ansiedade, promovem mudanças para nosso bem estar que se efetivam cada vez mais com a prática


5- Cuide de seu sono


Uma boa noite de sono irá proporcionar o repouso necessário para sua mente e corpo. Algo que pode ajudar, e bastante, nas sensações trazidas pela ansiedade.

Em muitos casos, quando sentimos a ansiedade de forma exacerbada, o sono pode ser um dos campos afetados. Seja com a dificuldade para dormir, o despertar durante a noite e acordar cansado.

Aplicar alguma técnica de relaxamento ou realizar atividade física a noite podem ajudar a equilibrar seu sono. Como também, trocar a tv e o celular por um livro. Ou apenas evitar os eletrônicos na cama.


6- Identifique gatilhos


Se observar a procura dos gatilhos para a ansiedade é um aliado poderoso no processo de investigação dela. Procure se observar quando estiver sentindo qualquer manifestação dela, e se pergunte como chegou ali. Buscando a causa e os motivos que o levaram a se sentir assim, a pensar nisto ou naquilo, a criar esse estado de alerta.

Talvez tenha sido algo que aconteceu. Ou uma situação que causou certa apreensão ou mal estar. Pode ser um encontro ou compromisso que se aproxima.

Apreender sobre seus gatilhos de ansiedade não apenas irá lhe permitir entender e se preparar para eles, mas também, é encarar o medo por traz do estado ansioso. Buscar a causa significa olhar para aquilo que precisa ser acolhido


7- Se mantenha em seu tratamento


Dentro de tudo o que se propôs a fazer para lhe ajudar com a ansiedade, é importante se manter nesta rotina. O caminho para o alivio de seus sintomas e transformação deste quadro vem pela jornada, pelas conquistas que recebe e pela higiene mental do dia-a-dia.

Se passou a realizar atividades físicas com frequência, se introduziu práticas de relaxamento no fim dia, se mantenha a elas. Dedique seu tempo e as trate com prioridade.

Caso tenha iniciado um tratamento com algum profissional de saúde, realize as sessões sem interrupção. Não pare com o tratamento no meio do caminho.


8- Autoconhecimento


Comentamos aqui sobre a importância da investigação pessoal e do tratamento com profissionais de saúde. Além destes, se atentar ao autoconhecimento pode ser mais um grande aliado contra a ansiedade. E ainda, para seu desenvolvimento como um todo.

Consumir livros, cursos ou algum material que trabalhe diretamente com a mente e as emoções humanas como tema é um grande salto em direção ao desenvolvimento pessoal. Apreender sobre como funcionamos e reagimos as diferentes ondas da vida a um nível interno, é tanto aprender sobre o ser humano em si, mas também, como você é e funciona nestas situações.


9- Socialize


O contato direto com outras pessoas pode ser algo a lhe ajudar a lidar, ou até mesmo, enfrentar os sintomas. Se aproximar de pessoas que gosta, grupos que convive, pode tornar este processo mais fácil de se contornar.

Algumas pessoas, quanto maior a ansiedade, maior a dificuldade para manter ou viver as relações pessoais, isto por conta do isolamento que pode surgir com o medo exacerbado ou a insegurança de si. Para estes casos, é importante revisar e entender seus sentimentos, mas também, quais grupos que conhece e que é possível manter a proximidade neste momento. Com quem se sente à vontade e vale o esforço de estar ali.


10- Tenha contato com o ar livre


Existem diversos estudos e evidências que trazem os benefícios de se ter momentos ao ar livre na natureza durante seu dia ou semana. O desprendimento e o relaxar do ambiente trazem um estado de paz e tranquilidade para o ser.

Aproveite para incluir em sua rotina momentos em que possa aproveitar uma praça ou parque, para ali estar desligado de questões que possam estar lhe envolvendo e ter um momento para si mesmo.


A ansiedade e os sentimentos que a acompanham podem não partir sozinhas, ou de forma voluntaria. É importante se atentar a como se sente para assim poder reagir.

Trabalhar em direção a um processo de cura da ansiedade é cuidar de você e de sua saúde mental. Por mais difícil que possa estar a situação, cabe a você iniciar o movimento de retorno. Basta apenas começar, e, um passo de cada vez, poderá contornar esta situação

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square